Pelo direito de chorar enquanto se corta uma cebola. (O sexo não frágil)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Pode até parecer um tipo de estereótipo, dizer algo do tipo, mas que menina não cresceu ouvindo sua mãe ou avó falando que menina que chora ao cortar uma cebola é ciumenta?!

Eu ouvi. E assumo que minha avó foi responsável por essa neurose na minha cabeça.
Parecia ser muito justificável ver alguma garota descascando uma cebola na cozinha enquanto ouvia o rádio, apontar para ela e dizer “você é ciumenta, coitado do namorado”.

Eu nunca senti ciúmes, portanto nunca chorei. Às vezes me achava vitoriosa por isso. Mas, a neura foi crescendo. Seria eu uma menina condenada a não ter sentimentos? Afinal, não acho que chorar ou ter ciúmes seja um problema ­— se esse não for doentio—.

Passei anos me perguntando que tipo de garota eu seria. A neurose me consumia aos poucos e eu nem percebia. E se eu não chorasse ao cortar uma cebola, eu teria algum tipo de problema? Seria coisa de “gente estranha”, do tipo “anormal”?

Não sabia, até o dia em que chorei. Chorei. Finalmente o dia chegou e eu chorei. Meus olhos começaram a arder. A lágrima caiu. A cebola parecia não ter fim. Não era mais a última garota sem sentimentos.

Só que eu deixei a neura tomar conta de mim. Qual é o problema de chorar ao cortar uma cebola? Cortar cebola não tem nenhum problema, muito menos se eu tenho ciúmes. Aliás, cortar cebola não te faz mais ou menos ciumenta, não! Cortar cebola é só questão de necessidade, ninguém corta pra chorar ou pra mostrar que é mais ou menos sentimental; mais forte ou mais fraca.

Daí eu entendi!

Só depois que eu chorei, percebi que garota neurótica havia me tornado. Por causa da minha avó e suas crenças. Acreditei em uma história e ela pareceu tão real que me fez perder a lógica

Superei. Afinal, crenças estão aí para serem passadas adiante. Não que a gente precise acreditar em tudo o que dizem, só porque alguém acredita. Mas, chorar faz bem, mesmo que seja por nenhum motivo, mesmo que seja por ciúmes ou só por causa do efeito da cebola e do ácido propenilsulfênico. Chorar faz bem e todo mundo tem direito disso.

A verdade é que hoje eu choro até sem descascar uma cebola. Seja assistindo um filme, ou ouvindo uma música e até lendo um livro qualquer. Só crescemos e vemos algumas coisas de maneiras diferentes e de um jeito mais sensível. Mas, também não quer dizer que todo mundo deva ser assim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website