Buenos Aires: o que fazer na cidade dos hermanos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Geograficamente falando, Argentina está localizada no extremo sul da América do Sul. Seu território está dividido em 23 províncias e uma cidade autônoma, Buenos Aires, capital da nação e sede do governo federal. Na qual, estive por uma semana!

Não se preocupem, acabei conhecendo muita coisa em BsAs, e posso garantir que tentarei falar muito sobre lá nos próximos post!! Assim, vocês poderão conhecer um pouquinho da cidade de Evita, Maradona e Messi! Afinal, sou perita da cidade, e se precisarem outras dicas que não estarão aqui é só perguntar!Serei a guia de vocês!

Para começar este post, pensei em diversas coisas para poder começar, só que decidi separar para não ficar muito confuso, entre ruas e curvas da cidade, escolhi a Plaza de Mayo, onde se localiza, digamos que 3 locais turísticos:

· A Casa Rosada
· Catedral Metropolitana de Buenos Aires
· Museu do Cabildo

Bem, e por que não a Galeria onde você pode comprar um monte de “tranqueiras” e ainda tomar um delicioso sorvete?

Mas, antes de falar sobre os locais da Plaza de Mayo, vale dizer ou lembrar à vocês que é nesta praça que acontece qualquer manifestação, qualquer mesmo! Segundo a guia “Sol”,  as manifestações são realmente boas, “por que temos que lutar pelo nosso direito” e ainda disse que se não for dessa forma, a Argentina nunca irá melhorar, embora ela tenha dito também que às vezes acontecem manifestações desnecessárias!

(E só pra constar, eles tem uma visão um tanto utópica do Brasil, eles consideram o Brasil como um país exemplo para se viver, tanto no aspecto econômico quanto no quesito modernidade, bem, convenhamos o REAL está valorizado por lá!).

Particularmente, não vi nenhuma manifestação enquanto estive lá, entretanto quando passava pela 9 de Júlio (essa Avenida merece um post só para ela!), vi algumas pessoas juntas e parecia uma manifestação, mas não entendemos o que era, estava no ônibus indo para o Tango. E sobre a foto logo acima, é o que fica no centro da praça: Pirâmide de Mayo!

A Casa Rosada

Vale contar uma curiosidade, a casa é chamada assim, não para dar um toque feminino e nem nada já que assim como nós, eles possuem uma presidenta. A Casa Rosada foi assim denominada por que na época que foi construída, as tintas mais baratas eram aquelas de sangue de vaca, que possuíam então um tom mais rosado! Um lugar monumental, não deu tempo de entrar, por um simples motivo a parte aberta é o museu da Casa Rosada, mas no dia que eu fui, estava fechada! Ela abre somente nos fins de semana. Mas, se tiver a chance de conhecer, vá!

Catedral

Já a Catedral, é linda, sério não sou muito ligada a Igrejas, mas está… Vale muito a pena conhecer, claro tem mais turistas do que devotos!Apesar, do cartaz na entrada, dizendo que é proibida veste do tipo: shorts, blusinhas, ou quase desnudos, ainda sim se tem uma folga, e um short e regata pode entrar! (Apesar, que o cartaz é bem claro no quesito short e regata!). Localiza-se no centro da cidade, diante da Praça de Maio, na esquina das ruas San Martín e Rivadavia, no bairro de San Nicolás. E bem, é a Igreja mãe de todas as Igrejas de BsAs!

Cabildo

Por último, o Cabildo, pra quem não sabe durante a época colonial, o edifício foi sede do cabildo (ou seja, representação legal da cidade.) encarregado de representar a cidade frente à metrópole, com várias funções jurídicas e administrativas, além de servir de prisão. E foi lá que foi declarada a Revolução de Maio de 1810, onde teve a guerra etc. Onde teve a batalha contra os ingleses; e todo aquele conceito histórico… Bem, sem história…NO WAY! Certo?

O Microcentro, assim como é chamado também, por ligar algumas ruas e estações de metrô (que por sinal, são um nojo, então fiquem felizes com o metrô que temos em São Paulo! Ou no Brasil!), abriga também o Banco Nacional, que vale uma visita, sua arquitetura chega a ser escandalosa de tão bela!

Em um único lugar, você já pode conhecer algumas coisinhas do coração de Buenos Aires. E é tudo perto, mas, na verdade, acredito que isso aconteça por causa das ruas, não são muitas, elas são grandes! Uma rua vai do número 100 até o número 2000, por exemplo! E elas se cruzam a toda hora! Enfim, se você é da cidade grande, como São Paulo, não terá nenhum problema em se encontrar em BsAs, já você que é do interior ou algo assim, não se preocupe, você também se acha bem fácil!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website