Amores passageiros – o vai e vem do metrô

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Quem nunca? Quem nunca se deparou com um amor “passageiro”? Aqueles de metrô, às vezes encontramos mais de um em um mesmo vagão. Às vezes um saí e outro entra. Não dá tempo nem de pensar, de suspirar ou de falar. Logo se vai, logo será passado.

Alguns ficam até a última estação. Outros descem com você. Neste caso, você até observa se não vão para o mesmo lugar, quem sabe, não é? Pode ser o destino dando um empurrãozinho para o verdadeiro amor. Porém, é apenas uma ilusão. Encontros edesencontros, tão comum quanto pegar o horário de pico do metrô.

Mas, chega a ser impossível não se apaixonar por um passageiro. Acaba sendo uma distração, de verdade? Quem nunca reparou em alguém que estava pensativo, lendo um livro ou ouvindo uma música e curtindo aquele momento. Naquela pessoa do lado, alguns ficam tão quietos e distantes que você, apenas, quer entrar na mente da pessoa e descobrir seus pensamentos. Ou mesmo os que ficam relaxando e observando, tem vezes que os olhares se encontram.

Quando isso acontece, pode ser um pouco desconfortável, afinal ninguém espera ser pego. Mas, no fundo, tenho certeza, que você se diverte. Porque é sim uma paquerazinha, super inocente, mas é. E paquerar faz bem.

Alguns possuem a sorte de reencontrar o amor passageiro, seja porque pegam o mesmo vagão, alguns reencontram todos os dias na mesma hora, ou de vez em quando, mas sempre há um reencontro. O coração deve até disparar, poderia ser algum sinal do destino. Mas, fica difícil acreditar em destino, ultimamente.

Aos que vão, aos que chegam, aos que olham e sorriem, aos que nem percebem, não se acanhem. Até você que é visto, com certeza também vê. Parece que nem há pessoas bonitas no metrô, mas sempre há achados. Nem precisa ser beleza, mas o jeito já chama atenção.

O amor vai evem. Isso já é de costume, pessoas são passageiras na vida de alguns. Alguns descem, outros sobem, alguns ficam. Alguns ficam até por tempo indeterminado. Outros fogem, passam e somem. Mas, tudo bem, sempre aparecerão novidades na estação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website